segunda-feira, 5 de junho de 2017

DIÁRIOS DE CAMPANHA: O JOGO DOS DRAGÕES #04

O COVIL DOS KOBOLDS: PARTE 4
Partida jogada em 3.jun.2017
ANTERIORMENTE
Barahash e Ander foram até o Covil dos Kobolds para retomar uma peça de escamas de dragão pertencente ao ferreiro Teldorthan Dente de Ferro. Ao invadir a toca das criaturas, tiveram que lidar com um pequeno e primitivo culto à Tiamat, Rainha dos Dragões Cromáticos. Passando por um grande perigo, foram salvos graças ao auxílio do mago Lamor Venus. Ao final da luta, a dupla resolveu descançar, mas o conjurador tinha seus próprios planos: resolveu subjugar um dos kobolds e levá-lo para Queda Escarpada. O alerta de Barahash e Ander não o fizeram mudar de ideia e enquanto retornava sozinho pela Floresta do Manto, Lamor foi emboscado por um bando das criaturas. Felizmente, o draconato e o halfling haviam resolvido devolver o favor prestado pelo mago e o seguiram, salvando a pele de Lamor.
PERSONAGENS JOGADORES
  • Barahash, draconato paladino de Bahamut (Enivas): egresso das terras ao sul do Vale Nentir, Barahash viajou para levar glória e justiça à região fronteiriça do norte. 
  • Reidy Naerinth, senhor da guerra (Takashi): um membro da baixa nobreza de Queda Escarpada. Filho da Casa Naerinth, Reidy busca alcançar os favores dos governantes da cidade para que ele próprio conquiste seu lugar no mundo.
PERSONAGENS DO MESTRE
  • Ander Rio Célere, halfling ladino: um jovem espirituoso nascido numa família de mercadores, deixou o conforto do lar para viajar pelo Vale Nentir em busca de pessoa e lugares interessantes para conhecer. 
DIA 26 DO MÊS DÉCIMO SEGUNDO, FLORESTA DO MANTO
Depois que derrotaram os kobolds e salvaram Lamor, Barahash resolveu que a melhor opção seria retornar para Queda Escarpada. O grupo estava fadigado e não suportaria mais ataques dos kobolds. Criaturas pequenas, mas sua quantidade na Floresta do Manto se mostrou alarmante para um grupo tão pequeno de aventureiros.
O sol-alto pairava no céu quando alcançaram a Estrada do Rei. Sair debaixo das sombras daquelas árvores foi um alívio para seu espírito. Logo trataram de deixar a Floresta do Manto para trás, seguindo uma viagem cansativa para o leste, mas felizmente sem imprevistos. O trio alcançou o Rio Nentir e chegou à Queda Escarpada no meio da noite.
Enquanto o mago Lamor se dirigiu à Torre do Heptarca para encontrar Nimorazan, carregando o kobold capturado, Barahash e Ander foram relatar as más notícias para o ferreiro Teldorthan.
DIA 28 DO MÊS DÉCIMO SEGUNDO, QUEDA ESCARPADA
Na distrito da Cidade Alta, O senhor da guerra Reidy Naerinth é procurado por Ivo Markelhay, membro da família governante de Queda Escarpada e seu antigo tutor. O comércio da cidade começava a ser afetado devido aos ataques dos kobolds na estrada e Ivo levou o nome de Reidy até o Lorde Protetor, como alguém capaz de lidar com o problema.
Aceitando tal responsabilidade como uma oportunidade para iniciar boas relações diretamente com o senhor de Queda Escarpada, Reidy começou buscando aliados. O senhor da guerra foi informado que haviam dois aventureiros recém egressos do Covil dos Kobolds, um draconato e um halfling. Achou um ótimo passo para começar.
Mais tarde, na Cidade Baixa, Reidy encontrou os dois na Cervejaria Lua Azul. A dupla estava refletindo sobre seus próximos passos e a boa bebida feita por Kemara Garrafa Parda amenizava o sabor amargo do fracasso haviam sofrido.
Reidy apresentou seu objetivo comum à Barahash e Ander, mas sendo ainda um grupo reduzido, quiseram convocar Lamor para juntar-se a eles e retornarem ao Covil. O trio formado rumou até a Torre do Heptarca para tratar com Nimorazan, o Verde, e ter notícias do mago.
O velho mago lhes disse o que haviam descoberto com o kobold capturado: as criaturas estavam agitadas pela presença de um dragão branco na floresta, o monstro havia tomado a liderança de uma das tribos dos kobolds que estavam motivados a agradar seu "mestre" com as riquezas saqueadas na estrada.
A conversa fez com que Nimorazan confessasse uma de suas preocupações recentes: ele desconfiava que houvessem membros da sociedade de Queda Escarpada envolvidos num culto secreto à Tiamat. A presença de um dragão na região poderia ser um agravante à situação, se estes cultistas se aliassem ao monstro.
Nimorazan prometeu ao grupo que iria falar com Lamor para que este os ajudasse em sua missão, pedindo que os aventureiros lhe informassem do resultado de sua demanda.
DIA 29 DO MÊS DÉCIMO SEGUNDO, QUEDA ESCARPADA
Os aventureiros confabularam sobre seu objetivo. Enfrentar um dragão branco, mesmo jovem, não seria um feito fácil. Precisavam se preparar.
O trio buscou suporte pela cidade. Reidy se reuniu novamente com Ivo, que intercederia por seu antigo pupilo junto ao Lorde Protetor. Barahash se dirigiu à Casa do Sol, templo de Pelor em Queda Escarpada. O draconato falou dom o anão Grundelmar, responsável pelo templo. Ander por sua vez foi até o Cais Inferior, tratar com sua família, os Rio Célere, um próspero clã de mercadores que atuam no Rio Nentir.
A interação com Reidy fez com que Barahash lembrasse saudoso dos seus antigos laços familiares. Durante breves instantes o draconato foi tomado por um sentimento reconfortante que o fez esquecer das tragédias que o fizeram rumar para as terras do norte.
DISTRIBUIÇÃO DE PONTOS DE EXPERIÊNCIA
  • Interlúdios Dramáticos: 200 XP; 
  • Total de XP distribuídos: 200 XP (100 XP para cada). 
CONTINUA...
>>>